Dia Mundial da Alimentação

Nos últimos 40 anos, o Brasil venceu o desafio de produzir alimentos saudáveis e preservar nossas florestas.


No dia 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação, celebramos essa conquista e reafirmamos o compromisso com as próximas gerações. 
 
A história demonstra que as nações se forjaram e cresceram quando enfrentaram momentos de grandes dificuldades. Um desses momentos comemora 70 anos: em 1945, a Organização Mundial das Nações Unidas criava a FAO, com a missão de estimular programas e ações concretas para o combate internacional da pobreza e a inaceitável injúria da fome.
 
Ao celebrar 70 anos, a FAO mantém seu alerta: hoje, ainda 795 milhões de pessoas passam fome no mundo. E aponta um desafio especialmente aos brasileiros: em 2050, quando o planeta alcançará 9,3 bilhões de habitantes, caberá ao nosso país responder por 40% do aumento global na produção de alimentos, preservando os recursos naturais. Um desafio gigante: afinal, assim como as mudanças climáticas alteram o cotidiano das pessoas nas cidades, é no campo que elas já impactam dramaticamente – nas plantações e na vida dos agricultores.
 
O Brasil também demonstrou, ao longo de sua história, que acredita na superação de seus desafios. Apenas quatro décadas atrás, o país importava até mesmo itens da cesta básica, como carne bovina e arroz. Algo inimaginável nos dias de hoje.
 
Com muito trabalho e investimento em ciência e tecnologia, criamos a agricultura tropical moderna e nos tornamos um dos líderes globais na produção de comida de qualidade – preservando mais de 60% de nossas florestas. Nenhuma outra nação conseguiu desempenho semelhante.
 
No dia 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação, reafirmamos o compromisso com o Brasil e com o mundo. Acreditar é o nosso alimento.